quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Uma Palavrantiga para você!

 

Por Wander Ribeiro

Sou daquele tipo que ainda pára para ouvir uma música, ouço muito, gosto do bom som, fico impressionado com quem sabe utilizar seus dons. Lembro da minha adolescência, quando atravessava quase que a cidade inteira a pé para gravar fitas cassete na casa de um amigo. Não havia a facilidade de hoje. Você sempre conhecia alguém, que conhecia alguém que tinha determinada fita, nunca era uma missão fácil. E a busca começava.  Quem viveu nessa época sabe. E o bom era que nessas visitas em busca de música, acabávamos ouvindo várias, conversando, passando algum tempo com os amigos, sorrindo, enfim, eram outros tempos.

Hoje, o processo tornou-se milhares de vezes mais prático. Basta um clique para você ter acesso à música que quiser pela internet e compartilhar com os amigos. Infelizmente as visitas para trocar figurinhas musicais não existem mais. No máximo um: “Pera aeew que eu vou mandar as músicas.” E a quantidade de músicas disponíveis na rede é tão assustadora que o que antes faltava, hoje sobra. Pena que vejo pessoas com gigas e mais gigas de música que nunca ouviram, e certamente nunca irão ouvir, mal sabem seus conteúdos. Tornou-se um vício, não escutar as músicas, mas ter arquivos no computador. São tantos downloads que não sobra tempo para o que antes era o principal.

Ainda “fuço” a internet buscando algo que agrade meus ouvidos e me transmita algo, só que infelizmente, em meio a tantas bandas, sonoridades e informações, a boa música está cada vez mais escassa. Na verdade há pouco tempo atrás eu acreditei que ela havia sumido. A música gospel nem se fala! Pobre, sem Palavra, sem conteúdo, copiada, repetitiva, cansativa, pensei que não haviam mais alternativas. Até que uns meses atrás, meu amigo Israel Leal, em uma conversa internética (coisa da qual ele foge o máximo possível rsrs), disse: “Wander, encontrei o que estávamos procurando.” E me enviou uma música chamada “Feito de Barro”, o nome da banda era Palavrantiga. Pronto, comecei a pesquisar sobre a banda, ouvir as músicas e, desde então, passei a acreditar que algo ainda pode ser feito para resgatar a música cristã. Sinceramente, senti algo bom a cada música que ouvia, e ainda sinto.

Palavrantiga é daquelas bandas que você irá querer ouvir de novo, e de novo. Cheia de musicalidade, simplicidade e originalidade. Com conteúdo, que expressa as verdades do Evangelho e o amor de Cristo por nós. São notáveis as influências “musicais” da banda, que vão desde a bossa nova, passando por The Strokes, à Los Hermanos, mas os mineiros do Palavrantiga não se prendem a esses rótulos e acabam criando uma sonoridade própria, e de ótima qualidade. Eles têm um CD gravado, intitulado “Palavrantiga – Vol.1” e já preparam novo disco que se chamará “Esperar é Caminhar”. Há bastante tempo eu não via tanta verdade na música cristã. Só peço a Deus que ajude essa banda a permanecer Nele.

E uma sugestão.  Faça como antigamente, reúna os amigos para escutar as músicas. Com certeza vocês terão muito assunto pela frente. Não perca a oportunidade de ter comunhão com eles. Faça como nos velhos tempos.

Conheça o Palavrantiga:
 
  
"Deus, Onde Estás?" - Palavrantiga:
 
 

Um forte abraço!

5 comentários:

  1. Musica. Está aí um dos pontos mais critico da Igreja hoje!
    Mas analisando o que você escreveu, lembro-me das “fitas”...rs
    Realmente era muito difícil encontrar algo que queríamos, e hoje temos oferecidos de vários lugares, de todos os jeitos. Mais uma vez agradeço a Deus, pela sabedoria que ele deposita em você e essa que você utiliza para Sua Obra.
    Ps: PalavrAntiga realmente é muito bom! Obrigado pela dica!!

    ResponderExcluir
  2. Muito bom mesmo. O disco "Esperar é Caminhar" promete! Vamos esperar seu lançamento, enquanto continuamos caminhando unidos na fé em Cristo. Deus sabe o quanto me animo em saber que posso contar com pessoas dispostas e verdadeiras como você meu amigo.

    Wander Ribeiro.

    ResponderExcluir
  3. Amei as músicas do Palavrantiga!
    Pela simplicidade das palavras com que transmite o evangelho, sem que haja aquela estimulação forçada de emoção e frases repetitivas que fogem do objetivo real do louvor a Deus: Pregação da palavra, agradecimentos e a alegria em Cristo!
    Desejo muitas bençãos de Deus à essa banda!

    ResponderExcluir
  4. Deus, onde estás?
    Palavrantiga
    Composição: Marcos Oliveira de Almeida
    Deus, onde estás?
    Te procuro. Te procuraria na porta dessa rua.
    Deus, onde estás?
    Olha o que eu vejo agora
    O menino dançou sem roupa
    O menino botou na boca um doce
    com gosto de fel
    Deus, onde estás?
    A Igreja arrancou o sino
    O homem esqueceu o menino
    Fez castelo de ouro e prata e perdeu a vida
    Ah! Acende toda luz
    Iluminando a Terra que convive com a dor
    Sem esperança
    Vai onde há a dor, e cura!
    Vai onde não há amor, e ama!
    Vai onde há a dor, e alegra!
    Vai onde não há amor, transforma!
    Teu toque forte muda a sorte de quem Te encontra.
    Deus, onde estás?
    Te procuro. Te procuraria no beco ou nessa rua.
    Deus, onde estás?
    Olha o que eu vejo agora
    o menino dançou sem roupa
    O menino botou na boca um doce
    com gosto de fel
    Deus, onde estás?
    Eu passei por aquele palco
    Vi um grande homem fardad
    Que gritava ao povo: "Dinheiro"
    Sem piedade
    Ah! O homem passou
    E se esqueceu da dor que sangra
    Dentro do peito
    Dentro do peito
    Vai onde há a dor, e cura!
    Vai onde não há amor, e ama!
    Vai onde há a dor, e alegra!
    Vai onde não há esperança!
    Traz esperança!
    Faz esperança!
    Traz esperança!

    ResponderExcluir
  5. Sinto falta desse tempo, percebo que os homens ainda se reúnem para relembrar tempos idos; mulheres não fazem isso.

    A música é ótima, a letra, perfeita, fala demais ao coração, é o que tenho perguntado ao meu Senhor e Salvador: "JESUS, Onde Estás?"

    ResponderExcluir